5 motivos para ter um blog para sua empresa

oje em dia, ter um blog não é mais um diferencial, mas sim uma obrigação para as empresas que desejam obter destaque perante a concorrência. 

Afinal de contas, o canal serve como uma importante plataforma de comunicação com o público, onde é possível colocar informações sobre os produtos, serviços e curiosidades sobre o negócio.

O blog consiste em uma página da internet, que pode ou não ser vinculada a um site institucional. Por lá, as empresas podem publicar materiais em vários formatos, como texto, áudio, vídeo ou imagem. 

Abaixo, separamos 5 motivos para sua empresa ter um blog. Confira!

1 – Aumenta o número de visitantes do seu site

Um dos principais objetivos do blog é atrair mais usuários para o seu site e, com isso, aumentar o tráfego orgânico da sua página. Ou seja, o blog atuaria como uma espécie de “isca”, mostrando conteúdos interessantes.

Por exemplo, você pode escrever um artigo sobre lacre de segurança adesivo, publicá-lo no seu blog e, quando um internauta fizer uma pesquisa sobre esse produto, irá encontrar o material que você compartilhou.

Caso o usuário ache o assunto relevante, ele irá visitar o site da sua empresa, aumentando as possibilidades de fechamento do negócio.

Contudo, é fundamental que esse conteúdo tenha qualidade – algo que não se resume a textos bons. Mas sim, deve seguir algumas recomendações, como:

  • Escrever artigos coesos e coerentes;
  • Desenvolver textos de leitura leve;
  • Ilustrar o conteúdo (fotos, vídeos, infográficos);
  • Abordar temas relevantes ao público-alvo.

Além do mais, recomenda-se adotar as técnicas SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, que melhoram a classificação da sua página em sites de pesquisa, como o Google.

2 – Agrega valor à marca

Os blogs também ajudam a agregar valor à sua marca e, como consequência, melhorar o reconhecimento da empresa perante à concorrência.

Isso ocorre porque, ao criar conteúdo de qualidade, você passa confiança e credibilidade ao público. 

Assim, os visitantes passam a ver a marca como uma fonte confiável de informação, especialmente por meio dos artigos compartilhados.

Desse modo, ao publicar um conteúdo relevante sobre aluguel de banheiro químico, os usuários logo passam a associar o serviço com o seu negócio, agregando valor à empresa.

3 – Possibilidade de geração de renda

Além de aumentar as chances de venda do seu produto e serviço, os blogs funcionam como uma excelente alternativa para gerar renda – inclusive, os blogs usados como projetos pessoais, mas também para empresas.

Funciona da seguinte maneira: você pode cadastrar-se no Google AdSense e vender espaços publicitários na sua página para outros negócios que também tenham interesse em divulgar produtos ou serviços.

Por exemplo, se você trabalha com estande de vendas, pode usar o Google AdSense para vender espaços publicitários para empresas parceiras, que sejam do mesmo nicho de atuação (mas não concorrentes diretos).

Os anúncios ficam visíveis no blog e a cada clique, receberá uma porcentagem do que o anunciante paga ao Google AdSense.

4 – Melhorar a relação com o cliente

Os blogs são canais de comunicação e, por isso, podem funcionar como uma importante plataforma de relacionamento com o cliente. Afinal de contas, de nada resolve ter um grande número de visitantes, se a marca não tem uma proximidade com eles.

O conteúdo publicado nos blogs serve para manter a marca presente no dia a dia dos usuários. 

Isso estimula a geração de leads (potenciais clientes), bem como a fidelização dos clientes, que podem enviar dúvidas, fazer comentários e se educar sobre o produto ou serviço comercializado.

Por esse motivo, é importante manter a atualização dos materiais. 

Assim, caso você já tenha escrito um artigo sobre cordão para crachá personalizado, busque novos formatos para cativar o público e traga novas informações, como um vídeo sobre o item, por exemplo.

Dessa maneira, a empresa fortalece a marca junto aos clientes e os alimenta com conteúdo de valor, algo diretamente ligado à construção de um bom relacionamento entre empresa e o público.

5 – Educar o público a respeito do seu negócio

Muitas empresas trabalham com produtos ou serviços que podem ser complicados ao público leigo.

 Isso pode afetar as vendas, já que as pessoas tendem a comprar somente aquilo que realmente conhecem.

Com os blogs, é possível publicar conteúdos a respeito do seu negócio e deixar a audiência informada sobre o seu trabalho. Assim, outras pessoas irão perceber que há uma demanda, aumentando as chances de venda.

Conclusão

Diante de tantas vantagens, fica fácil saber o porquê é importante ter um blog para a sua empresa.

O blog funciona como uma biblioteca, com vários conteúdos, para que o usuário da web visite a plataforma e escolha o que deseja ler, conforme seus interesses. 

As empresas e profissionais podem esclarecer as principais dúvidas do público-alvo e, ainda, conquistar autoridade no mercado, ganhando a confiança de potenciais clientes.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

A importância de reformar sua casa antes de alugar

A reforma dos imóveis é um dos pontos mais importantes para conseguir fechar um contrato de aluguel. 

Quem trabalha com imobiliária, ou possui um local disponível para locação, deve ficar atento à isso, já que a manutenção é um dos pontos cruciais quando se pretende alugar um imóvel.

Uma fachada residencial atrativa, com uma boa estética e com estruturas em perfeitas condições é capaz de valorizar até 20% do imóvel. 

Ou seja, mais do que atrair mais compradores, a reforma traz a possibilidade de maiores lucros com a locação.

O artigo de hoje irá tratar justamente sobre isso, mostrando a importância de reformar sua casa antes de alugar. Por isso, se você tem interesse em anunciar um imóvel para aluguel, não deixe de acompanhar a leitura!

Mas por que devo reformar a casa?

Há uma grande quantidade de pessoas interessadas em alugar um imóvel, seja uma casa ou apartamento. Isso porque muitas delas não possuem um local próprio, ou não tem interesse em comprar o imóvel, já que a locação oferece maior liberdade para mudanças.

Ao mesmo tempo, existem diversas opções de locação e, por conta disso, os proprietários precisam garantir que seus imóveis sejam interessantes e atraentes para os possíveis locatários.

Imagine a seguinte situação: ao comprar uma roupa nova, o cliente encontrou um vestuário limpo, passado com ferro de passar industrial. Ao mesmo tempo, também viu outra peça, amarrotada e suja. Qual ele irá escolher?

Provavelmente a primeira. A mesma premissa é válida para a locação de imóveis.

Como sabemos, não é somente a aparência que conta. Por isso, a reforma da sua casa não está aliada somente à estética, mas é uma maneira de valorizar o bem, sendo possível aumentar o valor de locação, devido às boas condições do imóvel.

Além do mais, qualquer tipo de imóvel é um investimento de alto valor e nenhum proprietário gosta de ver o seu bem em más condições.

Em algumas situações, a reforma não necessita ser grandiosa, devem ser feitas algumas manutenções pontuais, como pintar a fachada. Contudo, dependendo da situação da casa, é necessário investir em obras mais completas, para aumentar as chances de locação.

Normalmente, os pontos que mais sofrem desgaste em um imóvel são:

  • O telhado;
  • As portas;
  • As paredes;
  • Os pisos.

Sendo assim, vale a pena verificar como está o imóvel e ver a necessidade de investir em uma reforma, antes da locação.

Dicas para reformar a sua casa antes de alugar

Um dos pontos mais importantes de uma casa é o telhado. Se ele estiver com infiltrações, ou com falhas nas telhas, isso pode danificar a estrutura do imóvel.

Por isso, a recomendação é usar uma manta para telhado colonial, um dos métodos mais utilizados como forma de proteção em edificações. Ela é uma solução para vazamentos e, além disso, oferece isolamento térmico dentro do imóvel.

A instalação da manta também colabora com o interesse dos compradores, que se sentirão mais confortáveis em alugar o imóvel sem problemas de infiltrações e umidade.

Além do mais, outro ponto que se deve ter cuidado são as paredes. 

Ainda no quesito de infiltrações, elas são as que mais sofrem com os problemas de vazamentos, podendo causar danos estruturais e, até mesmo, a total perda de uma parte do acabamento.

Por isso, é interessante realizar a impermeabilização de parede externa. Tal processo ajuda não somente a melhorar as complicações com umidade, mas protege o revestimento contra intempéries, já que a parede externa fica totalmente exposta ao sol, chuva, ventos e choques mecânicos.

A pintura é um dos pontos principais da reforma de casas e apartamentos antes da locação. Afinal de contas, ela contribuirá com a beleza do imóvel e, com isso, pode atrair novos compradores interessados.

É importante fazer a pintura de todas as paredes, bem como do teto. Recomenda-se o uso de tintas neutras, como branco, bege e areia.

Para estabelecimentos específicos, como indústrias e garagens, o recomendável é investir em produtos mais duradouros, como a tinta epóxi preta, que suporta o tráfego de grandes veículos.

Caso houver rachaduras nas paredes, no chão ou no teto, é preciso consertar essas falhas antes de realizar a pintura.

Conclusão

Um imóvel é um bem que pode trazer muito lucro aos proprietários, especialmente com a locação. 

No entanto, para destacar a sua casa em um mercado tão concorrente e, além disso, cobrar um preço justo pelo aluguel, é importante oferecer uma casa em boas condições.

Por isso, vale a pena investir na reforma da sua casa antes de alugar. Assim, o proprietário terá bons rendimentos e, até mesmo, ter o aluguel como fonte de renda principal.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como um e-commerce pode usar o e-mail marketing na comunicação com clientes

Muitas empresas acreditam que o e-mail marketing só serve para enviar newsletter uma vez por semana para uma lista grande de contatos – como se isso fosse o suficiente para aumentar o número de vendas.

O uso do e-mail, principalmente para as plataformas e-commerce, é muito mais do que isso. Juntamente com outras estratégias, ele aumenta as vendas, pois é capaz de estabelecer um relacionamento com os clientes.

Neste artigo, vamos falar sobre como esses negócios podem usar o e-mail marketing, bem como sobre a importância do blog para que ele seja ainda mais eficaz.

Como o e-commerce pode usar o e-mail marketing

Enviar e-mails para os clientes é uma maneira de se comunicar com eles, por meio de um canal muito mais garantido e eficiente do que os outros. 

Isso porque, diferentemente, por exemplo, das redes sociais, é certeza que o cliente vai receber a mensagem.

Tendo isso em mente, é importante saber usá-lo para prender a atenção de quem vai ler. Dentre as principais estratégias para conseguir isso estão:

1.    Segmentar a base de contatos

Não basta ter uma lista e disparar e-mails, é preciso identificar o público e ter certeza de que essas pessoas querem receber conteúdos.

Isso porque uma pessoa que está interessada em materiais sobre torre de resfriamento pode não estar interessada em outros assuntos no momento. 

Então, para segmentar corretamente, algumas dicas são:

  • Por produto de interesse;
  • Localização;
  • Contatos que visualizam os e-mails;
  • Data da última compra.

2.    Enviar cupons de desconto

Os clientes adoram cupons de desconto. Então, fazendo uso da segmentação é possível usar essa excelente estratégia de fidelização por meio do e-mail marketing. 

Eles podem ser enviados para novos clientes ou para aqueles que já compram há um tempo.

Desde solda exotérmica até os mais variados produtos e serviços, todos podem ter um desconto atraente para os consumidores, o que, com certeza, vai melhorar o relacionamento e aumentar o engajamento.

3.    Produzir conteúdo relevante

Por causa da internet, o comportamento de consumo mudou muito. Hoje em dia, as pessoas desejam obter informações relevantes sobre aquilo que desejam comprar.

Esses conteúdos, além de educarem o cliente, fazendo com que ele compre com consciência e se sinta satisfeito, também ajudam para que a marca demonstre domínio, conhecimento e competência, ou seja, autoridade naquilo que faz.

Enviar esses conteúdos em formato de newsletter para o cliente, por meio do e-mail marketing, vai estabelecer uma comunicação rica, um relacionamento comercial sólido e as vendas serão uma consequência.

Mas para dar certo, é importante usar os blogs. Isso porque junto com a newsletter deve ser enviado um link de acesso, para que o material seja lido na íntegra.

Importância do blog para plataformas e-commerce

Muita gente tem procurado informações sobre placa de gesso drywall ultimamente. Agora, vamos imaginar que uma loja virtual de materiais de construção envie uma newsletter sobre o assunto para o cliente, que direcione ele para o blog.

É ali que o usuário terá acesso a informações completas sobre o produto que deseja comprar.

Os blogs são importantes para veicular conteúdos recheados de informações para o consumidor. 

São esses conteúdos que o conscientizam sobre produtos e serviços, para que ele identifique melhor suas necessidades.

A partir disso, ele começa a enxergar a marca dona do blog como referência no assunto e percebe que pode comprar com ela. Afinal, seus produtos são aquilo que ele procurava.

Na própria plataforma de venda, a marca não tem um espaço apropriado para falar sobre serra de madeira ou qualquer outra coisa que venda, com profundidade. 

Então, se o consumidor moderno não encontra informações, dificilmente ele vai realmente comprar.

É no blog que toda funcionalidade, importância e relevância dos produtos e serviços são abordados, bem como assuntos relevantes a eles. É por meio do e-mail marketing que esses conteúdos chegam aos clientes.

Conclusão

Hoje em dia, o foco não é mais apenas vender, mas entender as necessidades dos consumidores. 

Para isso, é necessário estabelecer uma comunicação, um relacionamento que facilite a troca de informações e, consequentemente, a venda.

Por meio do e-mail marketing, as plataformas e-commerce têm em mãos um contato importante do cliente, para que possa levar até ele seus produtos e serviços, de forma clara e construtiva.

Por isso, mais do que apenas enviar uma mensagem, é uma maneira de trabalhar a marca, ganhando espaço no mercado e superando a concorrência. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como um e-commerce pode usar o e-mail marketing na comunicação com clientes

Muitas empresas acreditam que o e-mail marketing só serve para enviar newsletter uma vez por semana para uma lista grande de contatos – como se isso fosse o suficiente para aumentar o número de vendas.

O uso do e-mail, principalmente para as plataformas e-commerce, é muito mais do que isso. Juntamente com outras estratégias, ele aumenta as vendas, pois é capaz de estabelecer um relacionamento com os clientes.

Neste artigo, vamos falar sobre como esses negócios podem usar o e-mail marketing, bem como sobre a importância do blog para que ele seja ainda mais eficaz.

Como o e-commerce pode usar o e-mail marketing

Enviar e-mails para os clientes é uma maneira de se comunicar com eles, por meio de um canal muito mais garantido e eficiente do que os outros. 

Isso porque, diferentemente, por exemplo, das redes sociais, é certeza que o cliente vai receber a mensagem.

Tendo isso em mente, é importante saber usá-lo para prender a atenção de quem vai ler. Dentre as principais estratégias para conseguir isso estão:

1.    Segmentar a base de contatos

Não basta ter uma lista e disparar e-mails, é preciso identificar o público e ter certeza de que essas pessoas querem receber conteúdos.

Isso porque uma pessoa que está interessada em materiais sobre torre de resfriamento pode não estar interessada em outros assuntos no momento. 

Então, para segmentar corretamente, algumas dicas são:

  • Por produto de interesse;
  • Localização;
  • Contatos que visualizam os e-mails;
  • Data da última compra.

2.    Enviar cupons de desconto

Os clientes adoram cupons de desconto. Então, fazendo uso da segmentação é possível usar essa excelente estratégia de fidelização por meio do e-mail marketing. 

Eles podem ser enviados para novos clientes ou para aqueles que já compram há um tempo.

Desde solda exotérmica até os mais variados produtos e serviços, todos podem ter um desconto atraente para os consumidores, o que, com certeza, vai melhorar o relacionamento e aumentar o engajamento.

3.    Produzir conteúdo relevante

Por causa da internet, o comportamento de consumo mudou muito. Hoje em dia, as pessoas desejam obter informações relevantes sobre aquilo que desejam comprar.

Esses conteúdos, além de educarem o cliente, fazendo com que ele compre com consciência e se sinta satisfeito, também ajudam para que a marca demonstre domínio, conhecimento e competência, ou seja, autoridade naquilo que faz.

Enviar esses conteúdos em formato de newsletter para o cliente, por meio do e-mail marketing, vai estabelecer uma comunicação rica, um relacionamento comercial sólido e as vendas serão uma consequência.

Mas para dar certo, é importante usar os blogs. Isso porque junto com a newsletter deve ser enviado um link de acesso, para que o material seja lido na íntegra.

Importância do blog para plataformas e-commerce

Muita gente tem procurado informações sobre placa de gesso drywall ultimamente. Agora, vamos imaginar que uma loja virtual de materiais de construção envie uma newsletter sobre o assunto para o cliente, que direcione ele para o blog.

É ali que o usuário terá acesso a informações completas sobre o produto que deseja comprar.

Os blogs são importantes para veicular conteúdos recheados de informações para o consumidor. 

São esses conteúdos que o conscientizam sobre produtos e serviços, para que ele identifique melhor suas necessidades.

A partir disso, ele começa a enxergar a marca dona do blog como referência no assunto e percebe que pode comprar com ela. Afinal, seus produtos são aquilo que ele procurava.

Na própria plataforma de venda, a marca não tem um espaço apropriado para falar sobre serra de madeira ou qualquer outra coisa que venda, com profundidade. 

Então, se o consumidor moderno não encontra informações, dificilmente ele vai realmente comprar.

É no blog que toda funcionalidade, importância e relevância dos produtos e serviços são abordados, bem como assuntos relevantes a eles. É por meio do e-mail marketing que esses conteúdos chegam aos clientes.

Conclusão

Hoje em dia, o foco não é mais apenas vender, mas entender as necessidades dos consumidores. 

Para isso, é necessário estabelecer uma comunicação, um relacionamento que facilite a troca de informações e, consequentemente, a venda.

Por meio do e-mail marketing, as plataformas e-commerce têm em mãos um contato importante do cliente, para que possa levar até ele seus produtos e serviços, de forma clara e construtiva.

Por isso, mais do que apenas enviar uma mensagem, é uma maneira de trabalhar a marca, ganhando espaço no mercado e superando a concorrência. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Vale a pena ter um app para sua imobiliária?

Se você busca um meio de tornar o acesso à sua imobiliária muito mais simples e dinâmico, certamente já pensou em ter um aplicativo para o seu estabelecimento. 

Além de ser um elemento interessante, o app também se tornou uma excelente ferramenta para quem deseja ampliar os canais de contato com o seu público, aumentando as possibilidades de fechar novos negócios. 

Com a facilidade de consultar os imóveis disponíveis para locação ou compra, o potencial cliente se beneficia ao encontrar várias opções diretamente na tela do celular. 

Levando em consideração que a grande maioria dos compradores ou locatários de uma imobiliária utilizam os seus smartphones para fazer grande parte das suas atividades, é preciso considerar as vantagens que um app pode gerar para o seu estabelecimento. 

Por isso, tanto um negócio de emergências veterinárias, quanto uma empresa do setor imobiliário, podem colher muitos benefícios ao apostar no desenvolvimento do seu próprio aplicativo, trazendo ainda mais contratos para o local. 

Então, se você quer saber se vale a pena investir em um app para a sua imobiliária e os motivos pelos quais isso pode ser uma boa decisão a ser tomada, siga na leitura deste artigo e conheça mais sobre o assunto. 

A importância de ter um app para a sua imobiliária

É muito comum utilizarmos o celular e a internet móvel para uma série de atividades diárias. Ler notícias, navegar nas redes sociais e realizar atividades bancárias são algumas das mais corriqueiras. 

Os aplicativos surgiram nesse cenário como um meio eficiente de fazer com que as pessoas acessem diferentes plataformas de maneira simples, com um único clique na tela do smartphone. 

Sendo assim, ao abrir o app de um despachante, por exemplo, o usuário pode facilmente saber como funciona e agendar um procedimento de transferencia de veiculo, diretamente pelo aplicativo. 

Com uma imobiliária o processo é o mesmo: os potenciais e os atuais clientes podem utilizar o app do estabelecimento para diversas ações. E devido a isso, ele se torna essencial por vários motivos, tais como:

  • Investir no fortalecimento da marca;
  • Aumentar os canais de comunicação com os consumidores;
  • Ser mais moderna;
  • Ganhar destaque entre as concorrentes, etc.

Ter um aplicativo pode ser uma maneira de investir no fortalecimento da marca. Isso porque o estabelecimento consegue mostrar um bom crescimento, garantindo que os seus clientes tenham acesso ao negócio por vários meios. 

Dessa forma, a imobiliária pode ser encontrada na internet em diferentes frentes. Seja nas redes sociais, no próprio site, ou no app, um interessado consegue consultar o que for preciso em qualquer um dos canais de comunicação com os clientes. 

Além disso, ter um aplicativo mostra que a empresa é moderna, e segue as principais tendências do mercado. Afinal, se você encontra uma empresa de laudo cautelar que possui um app, ela certamente se mostra muito mais tecnológica do que a maioria. 

Isso também impacta no destaque que um estabelecimento terá entre as suas concorrentes. Quanto maiores forem as possibilidades oferecidas ao público, mais clientes uma imobiliária conseguirá impactar no seu segmento. 

Por isso, se você ainda não conhecia a importância de ter um app para a sua imobiliária, certamente percebeu que esse pode ser um diferencial da sua marca, responsável por aumentar o sucesso do seu negócio. 

Há também uma série de possibilidades para o uso do aplicativo, que oferecem ferramentas práticas para que os usuários possam realizar ações variadas dentro dele, conforme veremos a seguir. 

Como utilizar o app para a sua imobiliária

Se uma imobiliária, assim como uma empresa de outorga poço artesiano, optar pelo desenvolvimento do seu próprio app, ela precisará saber quais usabilidades podem tornar a experiência do usuário muito mais completa e agradável. 

Além de ser uma ótima maneira de melhorar a comunicação com o cliente, um aplicativo pode ser uma ferramenta interessante de promover os seus anúncios, fazendo com que mais pessoas tenham acesso ao seu portfólio e conheçam as opções.

A seguir, é possível conferir algumas das principais funcionalidades que o app de uma imobiliária pode oferecer para o seu público e, assim, conquistar cada vez mais usuários para a sua plataforma mobile. 

Maior contato com os clientes

Qualquer empresa que queira crescer, seja uma imobiliária ou uma revendedora de auto peças de moto, sabe que o contato com os clientes deve ser uma das prioridades do estabelecimento. 

Isso porque tão importante quanto conquistar novos compradores, é garantir a satisfação dos atuais, proporcionando um bom relacionamento e, assim, a fidelização dos consumidores. 

No app, é possível criar um espaço destinado para o envio de mensagens ou de e-mail, de modo que ao surgirem dúvidas por parte de um interessado nos seus imóveis, ele poderá contar com essa funcionalidade importante. 

Além de facilitar a comunicação, você pode aproveitar o contato para oferecer uma boa oportunidade para um cliente, conseguindo assim aumentar os resultados da sua imobiliária. 

Fazer anúncios mais facilmente

Os aplicativos permitem que a sua imobiliária faça anúncios dos imóveis que estão à venda ou disponíveis para locação. Dessa forma, é possível manter os potenciais clientes sempre informados com as novidades, facilitando o fechamento de contratos. 

Por ser uma plataforma dinâmica, o app permite que você insira ou retire do ar facilmente os anúncios de casas ou apartamentos, para que os usuários consigam verificar apenas os que estiverem prontos para alugar. 

Além disso, um anúncio no aplicativo comporta uma série de possibilidades. Um título atrativo, fotos variadas e detalhadas, descrição completa e um campo específico para que o cliente possa enviar uma mensagem de maneira rápida são algumas das possibilidades. 

Dessa forma, é possível tornar os anúncios mais funcionais e práticos, ajudando na negociação da locação ou da venda, e fazendo com que o aplicativo seja uma eficiente plataforma para o seu negócio. 

Essa também é uma vantagem para uma loja que venda artigos científicos, tal como um esqueleto humano feminino, onde o anúncio pode disponibilizar várias informações e facilitar a venda do artigo para universidades, por exemplo. 

Permitir acesso online e offline

Uma opção oferecida dentro de alguns aplicativos é a do acesso online e offline. Ou seja, mesmo quando o cliente não possui uma boa conexão com a internet, ele poderá utilizar o app. 

Para isso, o usuário precisará acessar o aplicativo ao menos uma vez, carregando todo o conteúdo, que poderá ser visto mesmo quando ele estiver sem sinal de internet no celular. 

Isso pode ser importante para que você consiga deixar os seus anúncios de imóveis visíveis para os usuários, de modo que eles consigam conhecer o seu portfólio em qualquer momento e em qualquer local. 

Verificar métricas para entender as preferências do seu público

Um app pode ser uma das maneiras mais fáceis de conhecer as preferências do seu público e saber quais padrões de imóveis são mais interessantes para os clientes da sua imobiliária. 

Isso é possível graças às métricas, que são dados que revelam as ações feitas pelos usuários do aplicativo. 

Uma loja de peças para automóveis, por exemplo, pode verificar que a bobina de ignição é um dos itens mais buscados pelos clientes que utilizam o aplicativo, de acordo com as métricas coletadas dentro de um período. 

Do mesmo modo, a imobiliária pode perceber, ao analisar os seus dados, que imóveis de dois ou três dormitórios, com vaga de garagem, são características valorizadas pelos usuários que desejam alugar um apartamento. 

Isso também pode ajudar em uma funcionalidade bastante interessante, que pode ser aplicada em aplicativos dos mais diversos tipos de segmentos: os famosos botões de busca, também chamados de filtros de pesquisa. 

Em vez de ter que digitar todas as características que o usuário deseja encontrar em um imóvel, ele pode selecionar as opções de acordo com os botões encontrados no app.

Além de tornar a busca mais rápida, a organização do aplicativo fica mais eficiente, e ajuda o cliente a encontrar o que ele procura de maneira eficaz. 

Outras funcionalidades para locatários

Pensando em tornar a comunicação mais efetiva entre a imobiliária e o cliente, uma das possibilidades é investir em ferramentas práticas para os locatários de imóveis, agilizando ações comuns da rotina. 

Caso o seu cliente não tenha recebido o boleto, por exemplo, ele pode solicitar o envio da segunda via do documento para o seu e-mail, dispensando a necessidade de ter que ligar para o local.

Além disso, caso ele precise de um serviço da imobiliária, como a visita para um reparo no apartamento, o app pode proporcionar essa facilidade com poucos cliques. 

Muitos apps, como o de uma clínica de diagnóstico que realiza exame de vulvoscopia, também pode contar com o agendamento online desse tipo de procedimento, onde o cliente facilmente seleciona data e horário mais conveniente para ele. 

Essas são apenas algumas das principais funcionalidades que mostram como vale a pena ter um app para a sua imobiliária, já que ele permite o aumento de novos negócios e garante maior agilidade para os seus clientes e usuários. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

As melhores estratégias de marketing para veterinários

Se você tem uma clínica veterinária precisa ficar por dentro das tendências do mundo pet e acompanhar as mudanças do mercado, ainda mais dentro de um setor em amplo crescimento e ascensão.

De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem mais de 139 milhões de animais doméstico, principalmente cachorros, aves e gatos. 

Não é à toa que o número de empresas do ramo pet cresceu: são mais de 50 mil clínicas veterinárias e 17 mil consultórios em todo o país.

Para se destacar em um mercado tão competitivo, os veterinários precisam investir em estratégias de marketing, com destaque para o digital, visto que grande parte das pessoas procura por empresas diretamente pela internet.

Mas quais são as melhores estratégias de marketing para veterinários? Abaixo, separamos algumas dicas que podem te ajudar a responder essa pergunta. Acompanhe a leitura!

Produza conteúdo relevante

Hoje em dia, quando se busca por produtos para emagrecer, por exemplo, as pessoas não querem encontrar somente propagandas com preços, ou anúncios invasivos sobre a mercadoria. 

Ao contrário, elas querem ser bem informadas sobre o assunto, especialmente quando pesquisam na internet.

Sendo assim, é preciso investir na produção de conteúdo relevante, isto é, em materiais que tragam informações sobre o ramo de atuação, bem como serviços, produtos e outras curiosidades do mundo pet.

Além disso, a produção de conteúdo oferece várias vantagens para os veterinários, entre as quais:

  • Educa o público sobre o seu negócio;
  • Ajuda na construção de autoridade no mercado;
  • Constrói maior relação de confiança com os clientes;
  • Aumenta as chances de venda de produtos e serviços.

O conteúdo pode ser divulgado em vários canais. No entanto, dentro do marketing digital, os blogs são os que têm oferecido melhores resultados.

Sendo assim, vale a pena construir um blog, até mesmo em conjunto com o site do seu negócio, para o compartilhamento de materiais informativos, artigos, entre outros conteúdos interessantes.

Esteja presente no Google com SEO

O Google é considerado o maior buscador da internet. Podemos encontrar qualquer coisa por lá, basta digitar no campo de busca e esperar os resultados.

Para que o site da sua clínica veterinária tenha relevância e apareça no Google, você precisa investir em SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, que é um conjunto de técnicas que melhora a classificação da sua página no buscador.

De maneira geral, o SEO utiliza uma série de palavras-chave, que são os termos mais pesquisados no Google, ao longo de um artigo ou conteúdo relevante dentro do seu site ou blog. 

Assim, ao falar de esqueleto axial animal, por exemplo, esses termos são usados ao longo do texto.

Mas não apenas o emprego de palavras-chave é considerado pelo Google. O site de pesquisa também leva em conta a relevância do conteúdo, a responsividade da sua página (se ela é capaz de se adaptar aos dispositivos móveis) e a experiência do usuário.

Portanto, para ter bons resultados, é preciso verificar os principais fatores de classificação do Google e, assim, alcançar um bom posicionamento entre as pesquisas.

Envie mensagens por e-mail marketing

O e-mail ainda é o canal de comunicação mais popular da internet. Usado por mais de 90% dos usuários, as mensagens de e-mail são uma ótima maneira de manter um relacionamento próximo com os clientes, fazendo com que a sua clínica veterinária seja lembrada.

Você pode usar o e-mail marketing para diversas finalidades, por exemplo, para explicar os procedimentos de exames em animais, com todas as disposições do levantamento radiométrico para procedimentos de raio-X, sanar dúvidas dos clientes, ou enviar promoções especiais.

O e-mail marketing também é uma poderosa ferramenta para nutrição de leads (potenciais clientes). 

Ou seja, quando um usuário entra no site da sua clínica e deixa o contato por e-mail, você pode enviar mensagens para ele com materiais ainda mais relevantes, como e-book sobre biombo hospitalar.

Com isso, o lead ficará cada vez mais interessado no seu negócio, aumentando as chances de venda.

Esteja presente nas redes sociais

As redes sociais também são excelentes ferramentas para as clínicas e veterinários que desejam uma maior presença online. 

Você pode usá-las para os seus negócios, criando perfis corporativos nas principais mídias, como o Facebook e Instagram.

Não esqueça de alimentar suas páginas e contas empresariais periodicamente, mantendo seus seguidores atualizados.

Conclusão

O marketing digital pode ser muito vantajoso para os veterinários e clínicas. Por isso, é necessário conhecer as principais estratégias e saber como aplicá-las.

O resultado será uma conversão de leads ainda maior e o seu negócio irá ganhar um grande reconhecimento no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Dicas de prevenção ao Coronavírus para caminhoneiros

O mundo inteiro foi pego de surpresa com o surto de Coronavírus, paralisando muitas das atividades do comércio, educação, lazer e muitos outros setores. 

Mas como não poderia deixar de ser, os caminhoneiros, diretamente responsáveis pelo transporte de alimentos e equipamentos, devem ter o cuidado redobrado para não serem impactados pela doença. 

Isso, porque os serviços de entrega prestados estão entre os classificados como essenciais, já que o abastecimento de supermercados e de outros estabelecimentos que fornecem insumos para a população são prioridade no atual momento. 

Mesmo que diversos tipos de atividades como salões de beleza que fazem design de sobrancelha masculina, papelarias, lojas de venda de roupas e até os shoppings tenham sofrido com a restrição de funcionamento, o transporte de mercadorias não pode parar. 

Sendo assim, o governo e diversas outras entidades estão preocupadas em levar informações para reforçar a importância da prevenção da doença para os caminhoneiros, de modo a reduzir o alcance da contaminação para esses profissionais. 

Por isso, se você atua com o transporte de cargas de alimentos e outros insumos fundamentais para a população em geral, é fundamental conhecer algumas dicas para se proteger em meio a todo esse cenário. 

Para ajudar nessa tarefa, o artigo traz uma explicação geral do que é o Coronavírus e quais ações podem ser tomadas para evitar a contaminação dos caminhoneiros. Siga na leitura. 

O que é o Coronavírus?

Em dezembro de 2019, surgiram relatos sobre a doença, que teve início na China e, desde então, tem se espalhado pelo mundo todo. 

Com sintomas muitos próximos de uma gripe, o Coronavírus pode ser identificado quando alguns sinais são percebidos pelas pessoas, tais como:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor de garganta.

A principal maneira de disseminação ocorre pelo contato humano, por meio de gotículas respiratórias decorrentes de tosse, espirros ou saliva, podendo ser transmitido de diversas formas, como em um aperto de mão ou ao pegar em objetos e superfícies contaminadas. 

O período de incubação do vírus, ou seja, o tempo entre a contaminação e o surgimento de sintomas, pode demorar 5 dias, chegando a intervalos maiores de até 12 dias. 

Já no caso da transmissão de uma pessoas para a outra, isso pode ocorrer em média depois de 7 dias depois que o paciente adquire a doença, mas já existem casos onde a disseminação também é feita por pessoas com ausência de sintomas. 

Por isso, todo cuidado é pouco. Cada situação que precise ser realizada, como a compra de uma vela de ignição para o caminhão, deve ser feita de maneira segura, conforme veremos nas dicas a seguir. 

Dicas de prevenção ao Coronavírus

Os caminhoneiros, profissionais que não puderam interromper a sua atividade em decorrência da pandemia, estão bastante expostos ao risco de contaminação. 

Justamente por isso, é preciso reforçar as medidas de prevenção, evitando o máximo possível as situações que podem gerar a transmissão do vírus, impactando na saúde dessas pessoas. 

Por isso, é importante:

  1. Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos, com água e sabão;
  1. Na ausência de água e sabão, utilizar um desinfetante para as mãos, como o álcool em gel 70%;
  1. Desinfetar também as superfícies que possam ter sido contaminadas, como o painel do veículo, maçanetas e outros objetos, como celulares e chaves do caminhão; 
  1. Efetuar compras necessárias pela internet. Se você precisa pesquisar opções de moura baterias para a troca do item no seu caminhão, uma recomendação é evitar aglomerações em lojas e recorrer ao pedido virtual;
  1. Caso precise tossir ou espirrar, utilizar um lenço para cobrir boca e nariz;
  1. Evitar contato com pessoas que apresentaram sintomas, assim como não tocar as mucosas (olhos, boca e nariz) sem estar com as mãos desinfectadas;
  1. Alterar datas de agendamentos de compromissos, que foram realizados em períodos passados. 

Se você já tinha marcado a sua renovação de CNH, é importante adiar o procedimento para outro momento, principalmente porque o DETRAN estendeu o prazo para regularizar o documento durante o período da pandemia. 

Conclusão

Com as dicas abordadas acima, é possível diminuir as situações de risco. É importante lembrar que, ao apresentar sintomas como os mencionados neste artigo, o profissional deve se dirigir a um hospital, para realização do teste e verificação da saúde em geral. 

Isso, porque pessoas com doenças pré-existentes, ou seja, aquelas que apresentam outros quadros como diabetes, pressão alta e asma estão enquadrados no grupo de risco, sendo orientados a praticar o isolamento, como um modo de evitar a contaminação. 

Sendo assim, os caminhoneiros devem redobrar a sua atenção nesse momento, procurando lavar as mãos sempre que possível e carregar consigo um frasco de álcool em gel, garantindo assim medidas preventivas para passar pela crise de maneira segura. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Brindes automotivos: o sucesso para sua ação de marketing

Uma forma atrativa para as empresas é oferecer brindes automotivos em suas ações de marketing. Eles são opções para ações de comunicação e fidelização de clientes. A partir de verbas pequenas já é possível se planejar e garantir brindes para sua empresa.

Oferecer esses brindes aos seus clientes tem um papel importante e relevante para sua empresa.

Diante do cenário econômico atual toda ajuda é válida na hora de garantir uma venda ou conquistar mais um cliente. Por isso muitas empresas estão preocupadas em oferecer uma experiência única que vá de acordo com a imagem que sua marca quer passar. Assim oferecer brindes automotivos melhoraram a atratividade e destaca os pontos positivos da sua empresa.

O brinde não é apenas um produto. Ele é um elo entre sua marca e seu produto. Usar ele em sua ação de marketing te permite colocar a sua marca na mente de seus clientes, pois mesmo que ele não compre um produto seu ele conhecerá a sua marca.

O brinde automotivo usado na sua ação de marketing é a sua chance de levar o nome da sua marca para futuros clientes e também fidelizar seus clientes antigos que sempre lembrarão da sua marca quando precisarem de um serviço oferecido pela sua empresa. Conheça agora 3 vantagens de oferecer brindes automotivos para seus clientes.

4 vantagens de oferecer brindes automotivos para seus clientes

Todas as pessoas gostam de ganhar presentes. Isso faz com que elas se sintam especiais. Aproveitar as oportunidades para agradar seus clientes é uma ótima opção para adicionar em suas ações de marketing. Com um bom planejamento os brindes automotivos só trazem benefícios. Conheça alguns deles:

Divulgação

A melhor vantagem de oferecer um brinde é a divulgação da sua marca. Um chaveiro para carro, por exemplo, estará exposto em diferentes momentos estratégicos.

Ter a sua marca nele faz com que sua empresa marque presença para o seu cliente e futuros clientes.

Dar visibilidade para a sua marca é o mais importante. Por isso a identidade visual do seu brinde tem que ser bem pensada e bem aplicada seguindo os padrões de seu logotipo.

Para que isso aconteça o brinde precisa ser fabricado com materiais de qualidade para que mostrem a qualidade e relevância da sua marca.

Fidelização

Os brindes automotivos ajudam na fidelização de clientes pois usa ações de marketing para conquistar e atrair clientes na intenção de que eles sempre voltem e comprem mais. Até que sua empresa se torne uma referência para eles graças ao bom relacionamento.

os brindes também ajudam a fidelizar clientes quando são entregues como recompensa, ou como bônus por compras em promoções ou ofertas exclusivas.

Relacionamento

O relacionamento é o caminho que mede o quanto seus clientes gostam da sua empresa. Funciona também para estreitar laços, com conteúdo e experiências que gerem engajamento das pessoas com a sua marca.

Oferecer condições especiais e estar presente para seus clientes é uma das formas de criar e alimentar esse relacionamento. Os brindes fortalecem o relacionamento com quem já consome seus serviços e ajuda a atrair novos clientes. Dando o primeiro passo para um relacionamento futuro.

Custo-benefício

Se sua empresa deseja criar um modelo específico e exclusivo de brinde uma boa opção é encomendar uma grande quantidade de brindes pois assim você consegue um custo-benefício atraente.

Planejar a quantidade necessária ajuda a encontrar fornecedores que oferecem a melhor solução para você. Confira agora 3 brindes para presentear seus clientes.

Brindes automotivos personalizados

Acertar na escolha dos seus brindes personalizados automotivos é essencial. Para que você não erre e escolha os melhores brindes automotivos separamos os 3 brindes que farão a cabeça de seus clientes.

1.      Aromatizante personalizado para carros

Um dos melhores brindes automotivos é o famoso cheirinho para carros. Ele é um produto que traz sensação de limpeza e tem crescido como opção para oferecer aos seus clientes, parceiros e colaboradores.

Com o vai e vem de pessoas é comum que o carro fique com odores específicos. O aromatizante é produzido com fragrâncias selecionadas e não causa irritação aos seus passageiros.

O aromatizante para carros é uma excelente opção para sua ação de marketing. Ele possui todos os benefícios que falamos anteriormente.

O aromatizante para carros é diferente, tem utilidade e marca presença nos carros dos seus clientes.

2.      Carregador veicular USB personalizado

Um item indispensável para os veículos nos dias de hoje, proporcionando tranquilidade e conforto nas viagens oferecendo praticidade ao usar seu celular, smartphone, tablet, MP3, GPS, e aparelhos e eletrônicos em geral.

O carregador portátil USB automotivo pode ser personalizado com a marca da sua empresa e é um ótimo aliado em ações de marketing.

3.      Suporte veicular para celular

Mais um brinde estratégico que você pode oferecer aos seus clientes o suporte veicular é um brinde que tem grande utilidade no dia a dia de seus clientes.

O suporte veicular para celular é prático e versátil. Ele tem a função de fixar e segurar seu aparelho para que você dirija com segurança. Além de todas as funcionalidades ele também pode ser personalizado com a sua marca.

Como você pode perceber, quando bem escolhidos e usados os brindes automotivos são uma garantia para agregar valor à suas ações de marketing.

Se você gostou deste conteúdo deixe seu comentário e me conte como ele te ajudou a escolher o brinde para sua ação de marketing. Até a próxima!

7 dicas para economizar combustível que todo caminhoneiro deve saber

Economizar combustível é algo que todos caminhoneiros procuram fazer, mas algumas atitudes podem trazer o efeito inverso. Aprenda dicas que trazem resultados. 

Andar pelas estradas do país transportando cargas é uma profissão um pouco arriscada, pois existe o risco de acidentes e roubo do que está sendo transportado. Para isso, contratar um seguro de caminhão acaba sendo fundamental, e para compensar esse custo, deve-se buscar maneiras de economizar combustível.

É claro que a economia de combustível precisa ser bem pensada, afinal, não adianta colocar um diesel barato e adulterado que trata problemas mecânicos no futuro e deixará a conta mais cara.

Veja como economizar combustível apenas adotando algumas atitudes simples e que não irão prejudicar o caminhão.

Caminhão, Estrada, Tráfego, Dirigir, Transporte

1. Faça a manutenção do caminhão

Quando a mecânica e elétrica estão funcionando perfeitamente, o desempenho do veículo é menor, assim como o consumo de combustível. 

Realizar a manutenção preventiva pode garantir que se economize um bom dinheiro com o diesel.

2. Planeje as rotas para economizar combustível

Se tiver que andar dentro das cidades pode ter alguns impedimentos, como pontes baixas nas quais os veículos não passam ou restrição de circulação. Nesses casos, terá que desviar e gastar mais combustível.

Nas estradas, também faça um planejamento para que possa optar pela rota mais rápida e pistas com melhores condições. Dessa forma, evitará ter que reduzir e acelerar a todo momento por conta dos buracos, o que exige mais do caminhão.

3. Mantenha a velocidade

O ideal é que os caminhões trafeguem entre 40 a 70 km/h em média. Dessa forma, não se exige muito do motor. 

Quanto mais alta a velocidade e oscilação, tende a aumentar o consumo. Para se ter ideia, a cada km acima de 88 km/h, o consumo sobe em média 1%.

4. Cuidado com o excesso de carga

Quanto mais peso é transportado, maior o consumo, o que pode tornar o frete mais caro. Nesses casos não tem como evitar levar pessoas, porém, sempre se deve respeitar o limite para cada tipo de caminhão.

5. Calibre os pneus

A dica para economizar combustível é manter sempre os pneus calibrados porque o atrito com o chão quando está murcho faz com que ele trabalhe mais. 

Para isso basta pensar em paradas estratégicas para checar como anda a calibragem.

6. Evite o ponto morto

Muitos motoristas têm o hábito de usar o ponto morto por achar que ele ajuda a economizar combustível. Essa prática além de ser perigosa, pois não permite uma frenagem rápida em caso de emergência e não passa de ilusão.

Nos veículos mais novos, quando se aciona o freio, a injeção de combustível é bloqueada, permitindo que o veículo fique engrenado sem consumir combustível.

7. Pesquise sobre o posto

Pode ser que nem ocorra de maneira intencional colocar combustível adulterado no veículo, mas para evitar que isso aconteça pesquise sobre o posto. Procure para apenas nos que são conhecidos ou que possuem boa reputação. 

Combustível falsificado aumenta o consumo e pode trazer problemas, como já falamos anteriormente.

Agora que já sabe como economizar combustível para o caminhão, basta planejar as viagens e ter uma preocupação a menos. 

4 acessórios que não podem faltar no seu caminhão durante uma viagem

Antes de pegar a estrada, fazer uma revisão completa dos acessórios do seu veículo é fundamental. 

Isso porque, além de proporcionar mais segurança, a manutenção preventiva, com revisões periódicas, reduzem as despesas inesperadas e evitam que você tenha problemas no meio da viagem.

O cuidado com as peças e com o desempenho automotivo é importante não só para viajar tranquilamente, mas também para evitar multas ou advertências pela fiscalização.

Para começar, verifique os filtros do automóvel. Há o filtro para o combustível, o de óleo e o que corresponde ao ar do motor, afinal, todos eles devem estar equilibrados.

Além disso, a troca deve ser feita com produtos originais, conforme indicações do fabricante.

Os pneus também merecem atenção. Esses itens não devem estar gasto com falhas ou ranhuras. É importante calibrar os pneus e ajustar a pressão deles de acordo com a carga do caminhão.

Vale destacar que esse cuidado vale tanto para os pneus que já estão rodando quanto para os que ficam de estepe.

Quer saber mais sobre o que não pode faltar na revisão do seu caminhão antes de uma viagem? Nas próximas linhas, vamos abordar os principais tópicos sobre este assunto.

1. Kit contra incêndio

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito, é obrigatório que os caminhões sejam equipados com um kit contra incêndio. A obrigatoriedade faz referência à resolução nº 556/2015.

Especificamente no artigo 4º, a norma diz que independentemente do modelo do caminhão, o motorista deve comprar extintor de incêndio com o objetivo de prevenir e cessar fogo em situações emergenciais.

Estão contemplados nesta lista os caminhões e caminhões-tratores, além dos ônibus e veículos que são utilizados com a finalidade de transportar produtos inflamáveis.

Antes de adquirir o extintor é fundamental verificar se o produto tem certificações que comprovam o padrão de qualidade.

É importante destacar que os veículos automotores só podem circular com extintores de incêndio que funcionam com carga de pó ABC. 

Na prática, isso significa que o equipamento está apto para apagar os seguintes tipos de incêndio:

  • Classe A: sólidos, papel, papelão e madeira;
  • Classe B: líquidos inflamáveis, como gasolina e álcool;
  • Classe C: equipamentos elétricos energizados.

Com isso, esse acessório é fundamental para viagens de curta ou longa distância. 

Atenção: os motoristas que não tiverem um extintor no caminhão estão sujeitos à punição, sendo uma multa de cinco pontos na carteira nacional de habilitação. O veículo também pode ser retido pelo órgão fiscalizador até que seja regularizado.

Se você não quer correr riscos na segurança do veículo e na hora da compra do extintor mais adequado, preste atenção nos detalhes. 

O extintor não pode estar com o lacre rompido em hipótese alguma e deve conter o selo do Inmetro.

A instalação mais adequada do equipamento é em um dos bancos dianteiros do veículo. Afinal, isso facilita o acesso ao extintor em situações emergenciais.

2. Sistema elétrico

Assim como no caso do motor e dos pneus, o sistema elétrico do caminhão deve passar por uma revisão completa para garantir o bom funcionamento do veículo.

Fazem parte desse sistema: os cabos, a bateria, os terminais e peças que estão ligadas à parte eletrônica do veículo. Na revisão, é importante que o profissional avalie tudo de forma detalhada.

Cabos oxidados, ferrugem, mau contato e água infiltrada nos componentes são exemplos de situações que podem ser prejudiciais durante uma viagem.

Ao analisar com cuidado todos os componentes elétricos, você garante um melhor desempenho para o veículo, além da conservação dos produtos e da sua própria segurança.

Considerando que incêndios e acidentes podem ter origem em falhas no sistema elétrico, todo cuidado é pouco em relação à essa parte do seu caminhão.

Nesse contexto, a dica é fazer revisões regularmente e verificar as condições de desgaste de cada peça para evitar problemas maiores.

3. Acessórios de higienização

Estofados, carpete em placas, baús de armazenamento, bancos, vidros, lataria. São tantos componentes que ficam no interior do veículo, que fica um pouco difícil listar todos. 

Independentemente do modelo e das características de cada caminhão, algo é certo: esses itens precisam de uma boa higienização.

Lavar os vidros, higienizar os estofados, tirar a poeira e colocar soluções de perfumaria no caminhão é algo que ajuda a preservar o veículo a longo prazo e é uma necessidade do dia a dia.

Imagine o quão desagradável é um motorista dirigir por um percurso longo e contar com uma instalação suja, com odores fortes e desconfortável. 

Também é importante avaliar as condições de higiene do caminhão que transporta cargas alimentícias e bebidas.

Existe um selo de qualidade para todos os produtos e os estabelecimentos que contam com caminhões para fazer a parte de logística possuem exigências específicas. 

Não importa se o motorista vai transportar uma carga como whey protein atacado ou sacos de arroz e feijão.

A temperatura adequada, a limpeza e a organização do interior do veículo para conservar a carga durante as horas de viagem é uma obrigatoriedade para que a mercadoria chegue intacta e validada para o cliente.

Já no caso dos alimentos perecíveis, as exigências de limpeza são ainda mais rigorosas. São exemplos de produtos desta linha os alimentos congelados, carnes, ovos, leite e derivados, frutas, verduras e legumes.  

Para evitar contaminação e proliferação de bactérias e microorganismos, você pode contar com a ajuda de uma empresa especializada em higienização para preparar o local especialmente com essa finalidade. 

Além disso, é importante ter cuidados durante a viagem. São eles:

  • Controle de temperatura;
  • Higienização constante;
  • Separar alimentos de substâncias contaminantes;
  • Armazenar os alimentos em compartimentos diferenciados;
  • Atender às exigências de vistoria de órgãos sanitários;
  • Desinfetar qualquer embalagem ou produto que armazena alimentos.

É importante também que você mantenha o piso industrial epoxi do caminhão e as instalações limpas.

A lateral do veículo deve ter uma placa que indica que o automóvel realiza transporte de alimentos e é fundamental que o motorista separe as documentações para comprovar que tudo está em dia antes de uma viagem.

Como um caminhoneiro pode passar dias na estrada, é natural que algumas instalações internas sejam adaptadas para suas necessidades. 

Há quem carregue consigo equipamentos como uma máquina de fazer café em grãos, por exemplo. Mantenha tudo limpo e organizado, ainda mais se uma parte da instalação for usada para finalidades pessoais.

A limpeza veicular é uma questão de saúde, bem-estar e conservação do veículo, da mercadoria e do seu ambiente de trabalho.

4. Baú para caminhão

A maioria das viagens feitas com caminhão tem um objetivo: fazer entregas de mercadoria e fretes. Por isso, o baú para caminhão – que fica na parte traseira e serve para colocar os produtos – deve estar em ótimas condições.

Para produtos mais frágeis, é importante encaixotar os itens de modo que eles fiquem protegidos durante possíveis quedas ou balanços na viagem.

Móveis devem estar devidamente desmontados. Já pensou no tamanho ocupado por um jogo de móveis planejados para escritório em uma grande quantidade?

Além desse tipo de mobília, os cuidados com a embalagem também são válidos para produtos em vidro, vestuário, máquinas, eletrodomésticos, ferramentas e utensílios de forma geral.

A organização do baú deve ser feita de forma estratégica, conforme a ordem das entregas, o tempo de duração da viagem, a quantidade de dias estipulados para a viagem e o produto. 

Uma bancada de inox é um exemplo de produto que ocupa mais espaço e requer um planejamento na hora de armazenagem.

Como já mencionado no texto, baús utilizados para o transporte de alimentos devem ser totalmente adaptados, principalmente na parte da refrigeração e higiene para preservar a sua qualidade.

Além do espaço interno, vale prezar pela conservação externa do veículo também. A pintura pode ser feita com materiais encontrados na fábrica de tinta epoxi.

Isso porque esse é um tipo de tinta com maior resistência química, bastante utilizada em instalações de metal e indústrias.

Lembre-se que a sinalização da carga, os extintores e os cuidados gerais com o veículo, seja na parte das peças mecânicas ou na revisão de peças como o motor, é fundamental também para que tudo saia conforme o planejado durante a viagem.

Agora que você já sabe mais sobre os principais acessórios e cuidados que devem ser observados no seu caminhão antes de uma viagem, que tal colocar a próxima revisão no seu planejamento?

Sem dúvidas, todos esses pontos podem fazer a diferença a longo prazo. Não deixe que a falta de manutenção ou problemas pequenos se tornem motivos para atrasos de viagem e perdas financeiras por não priorizar a manutenção prévia!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.