Antes de pegar a estrada, fazer uma revisão completa dos acessórios do seu veículo é fundamental. 

Isso porque, além de proporcionar mais segurança, a manutenção preventiva, com revisões periódicas, reduzem as despesas inesperadas e evitam que você tenha problemas no meio da viagem.

O cuidado com as peças e com o desempenho automotivo é importante não só para viajar tranquilamente, mas também para evitar multas ou advertências pela fiscalização.

Para começar, verifique os filtros do automóvel. Há o filtro para o combustível, o de óleo e o que corresponde ao ar do motor, afinal, todos eles devem estar equilibrados.

Além disso, a troca deve ser feita com produtos originais, conforme indicações do fabricante.

Os pneus também merecem atenção. Esses itens não devem estar gasto com falhas ou ranhuras. É importante calibrar os pneus e ajustar a pressão deles de acordo com a carga do caminhão.

Vale destacar que esse cuidado vale tanto para os pneus que já estão rodando quanto para os que ficam de estepe.

Quer saber mais sobre o que não pode faltar na revisão do seu caminhão antes de uma viagem? Nas próximas linhas, vamos abordar os principais tópicos sobre este assunto.

1. Kit contra incêndio

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito, é obrigatório que os caminhões sejam equipados com um kit contra incêndio. A obrigatoriedade faz referência à resolução nº 556/2015.

Especificamente no artigo 4º, a norma diz que independentemente do modelo do caminhão, o motorista deve comprar extintor de incêndio com o objetivo de prevenir e cessar fogo em situações emergenciais.

Estão contemplados nesta lista os caminhões e caminhões-tratores, além dos ônibus e veículos que são utilizados com a finalidade de transportar produtos inflamáveis.

Antes de adquirir o extintor é fundamental verificar se o produto tem certificações que comprovam o padrão de qualidade.

É importante destacar que os veículos automotores só podem circular com extintores de incêndio que funcionam com carga de pó ABC. 

Na prática, isso significa que o equipamento está apto para apagar os seguintes tipos de incêndio:

  • Classe A: sólidos, papel, papelão e madeira;
  • Classe B: líquidos inflamáveis, como gasolina e álcool;
  • Classe C: equipamentos elétricos energizados.

Com isso, esse acessório é fundamental para viagens de curta ou longa distância. 

Atenção: os motoristas que não tiverem um extintor no caminhão estão sujeitos à punição, sendo uma multa de cinco pontos na carteira nacional de habilitação. O veículo também pode ser retido pelo órgão fiscalizador até que seja regularizado.

Se você não quer correr riscos na segurança do veículo e na hora da compra do extintor mais adequado, preste atenção nos detalhes. 

O extintor não pode estar com o lacre rompido em hipótese alguma e deve conter o selo do Inmetro.

A instalação mais adequada do equipamento é em um dos bancos dianteiros do veículo. Afinal, isso facilita o acesso ao extintor em situações emergenciais.

2. Sistema elétrico

Assim como no caso do motor e dos pneus, o sistema elétrico do caminhão deve passar por uma revisão completa para garantir o bom funcionamento do veículo.

Fazem parte desse sistema: os cabos, a bateria, os terminais e peças que estão ligadas à parte eletrônica do veículo. Na revisão, é importante que o profissional avalie tudo de forma detalhada.

Cabos oxidados, ferrugem, mau contato e água infiltrada nos componentes são exemplos de situações que podem ser prejudiciais durante uma viagem.

Ao analisar com cuidado todos os componentes elétricos, você garante um melhor desempenho para o veículo, além da conservação dos produtos e da sua própria segurança.

Considerando que incêndios e acidentes podem ter origem em falhas no sistema elétrico, todo cuidado é pouco em relação à essa parte do seu caminhão.

Nesse contexto, a dica é fazer revisões regularmente e verificar as condições de desgaste de cada peça para evitar problemas maiores.

3. Acessórios de higienização

Estofados, carpete em placas, baús de armazenamento, bancos, vidros, lataria. São tantos componentes que ficam no interior do veículo, que fica um pouco difícil listar todos. 

Independentemente do modelo e das características de cada caminhão, algo é certo: esses itens precisam de uma boa higienização.

Lavar os vidros, higienizar os estofados, tirar a poeira e colocar soluções de perfumaria no caminhão é algo que ajuda a preservar o veículo a longo prazo e é uma necessidade do dia a dia.

Imagine o quão desagradável é um motorista dirigir por um percurso longo e contar com uma instalação suja, com odores fortes e desconfortável. 

Também é importante avaliar as condições de higiene do caminhão que transporta cargas alimentícias e bebidas.

Existe um selo de qualidade para todos os produtos e os estabelecimentos que contam com caminhões para fazer a parte de logística possuem exigências específicas. 

Não importa se o motorista vai transportar uma carga como whey protein atacado ou sacos de arroz e feijão.

A temperatura adequada, a limpeza e a organização do interior do veículo para conservar a carga durante as horas de viagem é uma obrigatoriedade para que a mercadoria chegue intacta e validada para o cliente.

Já no caso dos alimentos perecíveis, as exigências de limpeza são ainda mais rigorosas. São exemplos de produtos desta linha os alimentos congelados, carnes, ovos, leite e derivados, frutas, verduras e legumes.  

Para evitar contaminação e proliferação de bactérias e microorganismos, você pode contar com a ajuda de uma empresa especializada em higienização para preparar o local especialmente com essa finalidade. 

Além disso, é importante ter cuidados durante a viagem. São eles:

  • Controle de temperatura;
  • Higienização constante;
  • Separar alimentos de substâncias contaminantes;
  • Armazenar os alimentos em compartimentos diferenciados;
  • Atender às exigências de vistoria de órgãos sanitários;
  • Desinfetar qualquer embalagem ou produto que armazena alimentos.

É importante também que você mantenha o piso industrial epoxi do caminhão e as instalações limpas.

A lateral do veículo deve ter uma placa que indica que o automóvel realiza transporte de alimentos e é fundamental que o motorista separe as documentações para comprovar que tudo está em dia antes de uma viagem.

Como um caminhoneiro pode passar dias na estrada, é natural que algumas instalações internas sejam adaptadas para suas necessidades. 

Há quem carregue consigo equipamentos como uma máquina de fazer café em grãos, por exemplo. Mantenha tudo limpo e organizado, ainda mais se uma parte da instalação for usada para finalidades pessoais.

A limpeza veicular é uma questão de saúde, bem-estar e conservação do veículo, da mercadoria e do seu ambiente de trabalho.

4. Baú para caminhão

A maioria das viagens feitas com caminhão tem um objetivo: fazer entregas de mercadoria e fretes. Por isso, o baú para caminhão – que fica na parte traseira e serve para colocar os produtos – deve estar em ótimas condições.

Para produtos mais frágeis, é importante encaixotar os itens de modo que eles fiquem protegidos durante possíveis quedas ou balanços na viagem.

Móveis devem estar devidamente desmontados. Já pensou no tamanho ocupado por um jogo de móveis planejados para escritório em uma grande quantidade?

Além desse tipo de mobília, os cuidados com a embalagem também são válidos para produtos em vidro, vestuário, máquinas, eletrodomésticos, ferramentas e utensílios de forma geral.

A organização do baú deve ser feita de forma estratégica, conforme a ordem das entregas, o tempo de duração da viagem, a quantidade de dias estipulados para a viagem e o produto. 

Uma bancada de inox é um exemplo de produto que ocupa mais espaço e requer um planejamento na hora de armazenagem.

Como já mencionado no texto, baús utilizados para o transporte de alimentos devem ser totalmente adaptados, principalmente na parte da refrigeração e higiene para preservar a sua qualidade.

Além do espaço interno, vale prezar pela conservação externa do veículo também. A pintura pode ser feita com materiais encontrados na fábrica de tinta epoxi.

Isso porque esse é um tipo de tinta com maior resistência química, bastante utilizada em instalações de metal e indústrias.

Lembre-se que a sinalização da carga, os extintores e os cuidados gerais com o veículo, seja na parte das peças mecânicas ou na revisão de peças como o motor, é fundamental também para que tudo saia conforme o planejado durante a viagem.

Agora que você já sabe mais sobre os principais acessórios e cuidados que devem ser observados no seu caminhão antes de uma viagem, que tal colocar a próxima revisão no seu planejamento?

Sem dúvidas, todos esses pontos podem fazer a diferença a longo prazo. Não deixe que a falta de manutenção ou problemas pequenos se tornem motivos para atrasos de viagem e perdas financeiras por não priorizar a manutenção prévia!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *